Prefeitura pensa na possibilidade de construir casas no terreno da lagoa

O orçamento necessário para a reconstrução da área é de R$ 1,5 milhão.

Foto: Reprodução / Internet Destruição no Parque Rodoviário
Destruição no Parque Rodoviário

Nesta segunda-feira(20), a Assembleia Legislativa do Piauí realizou uma audiência pública para discutir o processo de reconstrução das casas dos moradores da tragédia do Parque Rodoviário, zona Sul de Teresina

De acordo com Paulo Lopes, superintendente da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) da zona Sul, há a possibilidade das casas serem reconstruídas no terreno da OI-Telemar, onde ficava a lagoa que transbordou e provocou a tragédia. 

O orçamento necessário para a reconstrução da área é de R$ 1,5 milhão. Foram 74 casas atingidas. Deste total 30 serão para construir e 44 para reformar, afirma a prefeitura.

Paulo Lopes destacou que existe casas que serão reconstruídas e há casos que precisa construir novas casas, e que as novas casas não podem ser construídas onde elas se encontrava por ser áreas de risco, então é preciso serem feitas em outro local. A prefeitura está pensando, construir no terreno onde ficava a lagoa, mais também está tentando buscar o recurso para esse processo que é de R$ 1,5 milhão.

Na reunião as famílias foram representadas pela moradora, Raimunda Mendes, ela disse que as pessoas atingidas pela tragédia têm pressa. Ela ainda afirma que a demora de uma resposta já levaria alguns moradores em pensar em invadir a área, e que ninguém aguenta mais espera.

A moradora faz críticas à prefeitura e ao município. Destaca ela, que há um jogo de responsabilidades, por que ninguém é responsável a prefeitura diz que é o estado e o estado diz que é a prefeitura. E que só eles sabem o que eles estão passando com tudo isso.

O deputado Henrique Pires autor do requerimento para a realização da audiência pública afirma que é preciso reconstruir as casas fora de uma área de risco. Que eles estão indo atrás de solução, é que o prefeito deve buscar parceria com o estado pra realizar a construção.

O deputado Franzé Silva pediu que as investigações sobre os responsáveis continuem e os culpados possam ser responsabilizados. Afirma ele que é preciso buscar a responsabilidade para se fazer ressarcimento por meio de indenização, e que o estado e o município devem fazer logo sua parte.

Fonte: Redação

Deixe seu comentário