“Saber Cuidar” apoia famílias na superação dos limites causados pelo Zika Vírus

Desde os primeiros dias na barriga da mamãe Deusiane da Costa, a vida do filho dela, Lucas Gabriel, não é fácil.

Desde os primeiros dias na barriga da mamãe Deusiane da Costa, a vida do filho dela, Lucas Gabriel, não é fácil. Nos cinco primeiros meses da gravidez de risco as complicações na gestação já apareceram e Lucas precisou nascer antes do tempo, aos sete meses de gravidez. Como se não bastasse a gravidez de risco, na hora do parto, mais problemas. A infraestrutura ineficiente de um hospital estadual onde Deusiane deu à luz, fez com que o nascimento demorasse quase 24 horas a mais do que o previsto para acontecer. Por conta disso, Lucas apresentou quadros de infecção grave, que quase o levaram a óbito mas, felizmente, ele conseguiu sobreviver.

Porém, ele ficou com sequelas e foi diagnosticado com Microcefalia, Hidrocefalia e Paralisia Cerebral, além de não possuir o movimento em parte do corpo. O nascimento de Lucas, no dia 29 de fevereiro de 2012, marcou para Deusiane o início de uma vida de luta pela superação das limitações dele. Separada do marido, que na época enfrentava o diagnóstico de câncer, não haviam opções de apoio para a família. Financeiramente, a família também passava por dificuldades. O orçamento da família não era suficiente para manter as constantes cirurgias, exames, e os oito antibióticos necessários para manter o tratamento do filho.

Foi nessa situação que Deusiane conheceu o Centro Dia “Saber Cuidar”, que veio dar o suporte, o cuidado e a orientação para famílias de crianças com deficiências associadas ao Zika Vírus. Através do Centro Dia, a família, hoje, recebe o Beneficio de Prestação Continuada (BPC), uma assistência financeira direcionada para idosos e pessoas com deficiência. Lucas hoje tem sete anos e a família comemora cada conquista. Segundo Deusiane, ele já consegue falar, e o desejo dela é que, quem sabe, em breve ele poderá contar a própria história.

Segundo Deusiane, muito do que Lucas já fala é o que ele vivencia no Centro Dia “Saber Cuidar”, onde ele e a família recebem atendimento para o tratamento das deficiências da criança. “Essa casa foi uma bênção de extrema importância, meu filho se realiza lá. Quando chega em casa, fala com muito carinho da equipe do centro e das crianças amigas dele. Hoje, Lucas acorda ansioso para ir ao Centro Dia, todos os dias”, diz a mãe.

Ela avalia que, com o apoio do espaço, a família pôde experimentar a tranquilidade que merecem. “Hoje eu finalmente posso cuidar um pouco de mim, sabendo que durante o tempo que o meun filho passa no Centro, ele está feliz, recebendo cuidado e próximo de outras crianças tão especiais quanto ele”, afirma. O Centro Dia “Saber Cuidar” é uma instituição administrada pela Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). A unidade promove apoio e cuidado a crianças de 0 a 6 anos de idade com microcefalia e doenças associadas ao zika vírus e suas famílias.

Sobre o serviço

Além das atividades lúdicas e dos cuidados para o desenvolvimento das crianças contempladas, é oferecido suporte aos cuidadores familiares e apoio na administração de medicamentos. São realizadas também ações preventivas de agravos da deficiência e surgimento de doenças. Os encaminhamentos para o “Saber Cuidar” ocorrem por demanda espontânea, busca ativa e através da rede assistencial que existe no município. Após uma triagem, o usuário passa a ter acesso aos serviços, disponibilizados em parceria com a APAE. O Centro Dia Saber Cuidar está localizado na Rua Jaicós, nº 1265, no bairro Ilhotas. A população pode ter mais informações sobre o espaço pelo telefone (86) 3221-4611.

Fonte: Prefeitura Municipal de Teresina

Deixe seu comentário