Sánchez ameaça convocar eleições gerais para 14 de abril

O motivo é o distanciamento entre o Governo e os partidos independentistas catalães

Foto: Reprodução/Internet Sánchez ameaça convocar eleições gerais para 14 de abril
Sánchez ameaça convocar eleições gerais para 14 de abril

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez ameaçou convocar eleições gerais para o dia 14 de abril, segundo a agência EFE que cita fontes do Executivo de Madri. A possibilidade de Sánchez realizar um novo pleito está relacionada com a incerteza em torno da aprovação do orçamento geral do Estado para 2019, que vai ser debatido a partir desta terça-feira (12) no Congresso espanhol, mas principalmente com o distanciamento entre o Governo e os partidos separatistas da Catalunha.



Nesse domingo (10), Madri foi palco de uma manifestação convocada pela direita espanhola. O principal partido da oposição, o Partido Popular, foi quem esteve a frente, mas também marcaram presença o Ciudadanos e o Vox, um partido da extrema-direita.



As legendas pediram eleições antecipadas a Sánchez e aumentaram a pressão sobre o líder do governo de Espanha.



Caso as eleições sejam antecipadas, elas teriam de ser marcadas já na próxima semana, para que se cumpram os 54 dias previstos na lei para o agendamento de votações.

Deixe seu comentário