São Paulo x 4 de Julho: veja onde assistir, escalações, desfalques e arbitragem

Tudo o que você precisa saber sobre o jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil.
Por Redação Verdes Campos Sat 8 de Junho de 2021 às 10:39

Foto: Reprodução/ Internet São Paulo x 4 de Julho: veja onde assistir, escalações, desfalques e arbitragem.
São Paulo x 4 de Julho: veja onde assistir, escalações, desfalques e arbitragem.

São Paulo e 4 de Julho se enfrentam nesta terça-feira, às 19h (de Brasília), no Morumbi, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. A partida de ida terminou 3 a 2 para a equipe do Piauí. Acompanhe por aqui no ge todos os detalhes do confronto.

Para avançar às oitavas de final, o Tricolor precisa vencer por dois ou mais gols de diferença. Vitória por um gol leva a decisão os pênaltis.

O 4 de Julho, por sua vez, aposta em seu sistema defensivo para segurar o São Paulo. Qualquer empate coloca o time piauiense na próxima fase.

São Paulo - Técnico: Hernán Crespo

Após poupar parte dos titulares no duelo da ida, a comissão técnica são-paulina deve levar a campo uma equipe mais reforçada para buscar a classificação. Crespo não deve ter Luan, pode se juntar a Benítez e Daniel Alves na lista dos machucados. Em virtude da Data Fifa, Liziero e Arboleda estão fora também, pois defendem a seleção olímpica e o Equador nesta terça-feira.

Quem está fora: Benítez, Luan e Daniel Alves (lesionados); Liziero (na seleção olímpica) e Arboleda (na seleção equatoriana).

4 de Julho - Técnico: Fernando Tonet

Depois do 3 a 2 em Teresina pela Copa do Brasil, o Colorado fez a estreia na Série D do Brasileiro, empatando no último sábado, em 0 a 0 com o Juventude Samas, no Maranhão. Por causa desse jogo, a logística de viagens teve uma agenda apertada. Após sair de ônibus até o interior do Maranhão, a equipe voltou para Teresina. Da capital do Piauí pegou voo até São Paulo, onde realizou apenas um treino.

O técnico Fernando Tonet deve repetir o mesmo time que venceu o Tricolor em Teresina. O comportamento em campo, segundo ele, também não muda: proposta de enfrentar a equipe são-paulina sem medo e explorar a bola parada, nesse fundamento saíram os gols na partida de ida.

Fonte: G1 ESPORTE

Deixe seu comentário