Sem jogar há quase dois meses e com 64 minutos no Zenit, Malcom revela "lesão delicada"

Atacante, que está convocado para seleção olímpica, fala sobre ausência nos jogos da equipe russa: "Preciso me recuperar completamente. Peço que os torcedores não se preocupem"

Foto: Reprodução / Internet Malcom atuou apenas 64 minutos pelo Zenit na temporada
Malcom atuou apenas 64 minutos pelo Zenit na temporada

Uma das contratações mais caras da história do Zenit – ao lado de Hulk e Witsel –, Malcom ainda não provou seu valor no clube. Dos 15 jogos da equipe na temporada, o atacante esteve em apenas dois. E todos saindo do banco de reservas. Foram apenas 64 minutos em toda a temporada, quase dois meses de ausência e muito mistério sobre a situação do jogador. No entanto, nesta sexta-feira ele deu detalhes sobre seu tratamento.

Em comunicado enviado pelo Zenit à agência de notícias estatal da Rússia, RIA Novosti, o atacante brasileiro afirmou que tem uma lesão delicada e fez questão de tentar tranquilizar os torcedores. O ex-Barcelona tem um problema na coxa.

– Eu realmente tenho uma lesão delicada. Às vezes dói um ou dois dias, e aí de repente volta ao normal, não sinto dor e posso me mover normalmente. Mas quando dou um chute mais forte, a dor volta. Então, tenho que fazer vários exercícios na academia para fortalecer os músculos – afirmou Malcom, no comunicado.

O brasileiro não entra em campo desde o último dia 10 de agosto, na vitória por 2 a 0 contra o Dínamo Moscou, pela quinta rodada do Campeonato Russo. Questionado antes do triunfo sobre o Benfica pela Liga dos Campeões na última semana, o técnico Sergey Semak se limitou a dizer que ainda não seria possível contar com o brasileiro. Malcom declarou que espera voltar aos gramados em breve.

– Eu realmente queria jogar a Champions League com a camisa do Zenit, mas antes preciso me recuperar completamente. Peço que os torcedores não se preocupem. O processo irá muito rápido e eu vou retornar aos gramados o mais rápido possível para dar alegria para eles. Eu tenho apoio da comissão técnica e dos companheiros – disse o brasileiro.

Malcom foi convocado pelo técnico André Jardine para os amistosos contra Venezuela e Japão pela seleção olímpica nos próximos dias 10 e 14 de outubro. O ex-Corinthians não foi desconvocado pela CBF. As duas partidas serão no Recife: contra os venezuelanos, dia 10, no Estádio dos Aflitos, e diante dos japoneses, dia 14, na Arena Pernambuco

Fonte: Globo Esporte

Deixe seu comentário