Suspeita de vender a própria filha por R$ 10 se apresenta à polícia e nega o crime

A denúncia foi feita à Polícia Civil pelos irmãos da criança, que são jovens, e procuraram a Delegacia para informar o crime.

Foto: Reprodução \ Web Mãe e o filho chegando na DPCA
Mãe e o filho chegando na DPCA

Ellen Solange Alves dos Santos, mãe suspeita de ter vendido sua filha de apenas três meses por R$ 10 reais, negou a acusação do crime. Ela se apresentou de forma voluntária na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e disse que teria dado a criança para um casal. A criança foi entregue aos agentes e está aos cuidados do conselho. 

A denúncia foi feita à Polícia Civil pelos irmãos da criança, que são jovens e procuraram a Delegacia para informar o crime. O caso ocorreu na região da Santa Maria da Codipi, na zona Norte de Teresina.

O filho mais velho da vítima, 20 anos, informou que apenas três dos oitos irmãos estavam morando com a mãe. Segundo ele, a mãe estava bebendo em um bar junto com a criança de três meses e que um casal também estava no local e teria se oferecido para cuidar da criança. Em troca, deram R$ 10, 00 para a mãe.

O casal já se apresentou voluntariamente e entregou o bebê na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). O bebê está bem, foi alimentado e o conselho defendeu que a criança seja levada para um abrigo.

"Tem a parte do conselho que será feita agora a tarde. Queremos garantir a segurança da criança. Temos de ter toda a ciência do caso", informou o conselheiro Frederico Kaiser, da região da Grande Santa Maria.

Fonte: *Com informações da TV Cidade Verde

Deixe seu comentário