Suspeitos de participar de roubo a joalheria de shopping em Teresina são presos pela PRF

A ação aconteceu na tarde dessa segunda-feira (22), na BR-050, no município de Catalão, na região sudeste de Goiás.
Por Luis Fernando Amaranes 23 de Fevereiro de 2021 às 09:43

Foto: Divulgação/ PRF-PI O veículo utilizado pelos bandidos era lotado.
O veículo utilizado pelos bandidos era lotado.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na tarde dessa segunda-feira (22), três homens sendo dois colombianos e um venezuelano, acusados de invadirem uma joelheira no Shopping Teresina e levarem mais de R$ 1 milhão em joias, no último domingo (21). A ação aconteceu na BR-050, no município de Catalão, na região sudeste de Goiás.

De acordo com o núcleo de comunicação da Polícia Rodoviária do Piauí, por volta das 17h, policiais pararam um veículo modelo Fiat/Uno, lotado. O automóvel já vinha sendo monitorado pela PRF, integrado ao Grupo de Repressão ao Crime Organizado do Piaui (GRECO) e Polícia Militar de Goiás, Distrito Federal e Piauí.

Ainda de acordo com a PRF, os criminosos são suspeitos de furtar uma joalheria localizada no Shopping Teresina, uma loja de celulares em um Shopping de São Luís, no Maranhão e de utilizar documentos falsos para locar o veículo utilizado na fuga, além de comporem uma quadrilha de furtos à Shoppings Centers. Os presos foram reconhecidos pelas imagens de câmeras de monitoramento.

Os homens tinham como destino, o estado de São Paulo. O prejuízo causado pelas ações criminosas da quadrilha, em apenas um dos furtos, na joalheria em Teresina, ultrapassa um milhão de reais.

A equipe PRF encaminhou os presos para a Central de Flagrantes em Catalão e os estrangeiros responderão por furto qualificado, uso de documentos falsos e formação de quadrilha.

Entenda o caso

Foto: Reprodução/ InternetJoalheria Rubi do Teresina Shopping é alvo de criminosos.
Joalheria Rubi do Teresina Shopping é alvo de criminosos.

Na madrugada desse último domingo (21), bandidos invadiram a Joalheria Rubi do Shopping Teresina e levaram mais de R$ 1 milhão em joias.

De acordo com informações da Polícia Militar do Piauí, os criminosos tiveram acesso ao local através de um salão de beleza que fica ao lado da joalheria. Eles conseguiram fazer um buraco na parede do salão, para entrarem na joalheria.

Deixe seu comentário