Tempestade se torna furacão no Golfo do México com ventos de 120 km/h

Laura pode se fortalecer significativamente antes chegar, amanhã, à costa do sudoeste de Louisiana e de parte do Texas, nos Estados Unidos da América (EUA)

Foto: RAMMB / NOAA / NESDIS / AFP Cientistas dizem que temporada de furacões no Atlântico vai até novembro
Cientistas dizem que temporada de furacões no Atlântico vai até novembro

A tempestade que provocou a morte de pelo menos 24 pessoas no Haiti, se converteu em furacão no Golfo do México, nesta terça-feira (25). Os ventos chegaram a 120 km/h.

Na noite de segunda-feira (24), Laura chegou a tocar a terra, na região de Punta La Capitana, em San Cristobal. Duas horas depois, a tempestade voltou para o mar por Puerto Esperanza e iniciou o seu deslocamento pelo Golfo do México, onde ganhou força e se tornou furacão.

De acordo com a previsão do  Centro Nacional de Furacões (NHC, sigla em inglês), Laura pode se fortalecer significativamente antes chegar, amanhã, à costa do sudoeste de Louisiana e de parte do Texas, nos Estados Unidos da América (EUA).

A temporada de furacões no Atlântico, que vai até novembro, pode ser especialmente severa este ano. O NHC espera 25 tempestades, sendo que Laura é a 12ª segunda até agora.

Fonte: com informações do G1

Deixe seu comentário