Torneio de Badminton é cancelado na Alemanha por causa do Coronavírus

O atleta piauiense de Badminton, Francielton Farias, fez um desabafo ao saber que mais um torneio da modalidade foi cancelado pelo Covid-19.

Foto: Reprodução/ Globo esporte Com a competição cancelada, os piauienses retornaram para o Brasil.
Com a competição cancelada, os piauienses retornaram para o Brasil.

O novo Coronavírus afeta também o mundo esportivo. O atleta piauiense de Badminton, Francielton Farias, fez um desabafo ao saber que mais um torneio da modalidade foi cancelado pelo Covid-19. Ele é um dos atletas que estão na corrida por uma vaga no Time Brasil, para disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Francielton e o irmão, Fabrício, tentam somar pontos para disputar a primeira olimpíada na carreira. O torneio que aconteceria em Mülheim, de 3 a 8 de março, na Alemanha, era importante para eles, pois daria a eles a classificação no ranking mundial de badminton.

Antes deste da Alemanha, outro torneio já havia sido cancelado, um que seria realizado na China. O atleta espera que o torneio que vai acontecer na Suíça ainda esteja em condições para realizar o evento previsto. 

No documento em que foi confirmado o cancelamento do torneio na Alemanha, a Federação Internacional de Badminton informou que o aberto na Polônia também não será realizado por causa da epidemia do coronavírus. A entidade afirmou que "continua monitorando as atualizações oficiais do Covid-19.

Francielton e Fabrício que conquistaram medalha de bronze nas duplas masculinas nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019. Atletas da seleção brasileira, eles deixaram o Piauí e moram em Americana, interior de São Paulo, e participam desde o ano passado de competições do circuito internacional para somar pontos no ranking de qualificação à Olimpíada.

Francielton e Fabrício competiram na Áustria na semana passada e tinha programado continuar na Europa para jogar na Alemanha, torneio importante para a somatória de pontos na corrida à Tóquio 2020. Com a competição cancelada, os piauienses retornaram para o Brasil.

Fonte: Globo Esporte

Deixe seu comentário