UFRJ adia testes de habilidades específicas de vestibular de 2020 por falta de recursos financeiros

Cerca de 1,8 mil candidatos realizam o exame. Testes são obrigatórios para ingresso em 8 cursos da instituição.

Foto: Reprodução \ Web Universidade Federal do Rio de Janeiro
Universidade Federal do Rio de Janeiro

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) anunciou, nesta terça-feira (24), o adiamento por tempo indeterminado da realização do Teste de Verificação de Habilidade Específica (THE) e do de Conhecimento Específico (TCE) do vestibular 2020.

O motivo é falta de recursos financeiros, segundo a instituição. Cerca de 1,8 mil candidatos fazem o exame.

O THE é obrigatório para o ingresso em sete cursos da universidade: Arquitetura e Urbanismo, Composição de Interior, Composição Paisagística, Comunicação Visual Design, Desenho Industrial – Projeto de Produto, Dança e Música. O TCE é necessário para o curso de Letras com habilitação em Libras.

O período de realização das provas seria de 6 a 27 de outubro deste ano.

Segundo a UFRJ, para que o teste aconteça, é necessário R$240 mil.

Em nota, a universidade alertou que “os 1.673 candidatos do THE e os 178 do TCE devem acompanhar no site do Acesso à Graduação as informações acerca das novas datas, que dependerão diretamente da disponibilidade orçamentária”.

Cortes

No início deste mês, a UFRJ suspendeu serviços de manutenção por conta do corte de quase metade dos recursos financeiros da instituição feito pelo Ministério da Educação.

O racionamento de serviços é por conta de bloqueios no orçamento.

Em agosto, a universidade já dava sinais que poderia interromper atividades, como cirurgias no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, no Fundão.

Fonte: G1

Deixe seu comentário