Uso do celular está entre infrações mais cometidas no trânsito da Capital

Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde apontou que um em cada cinco brasileiros admite usar o celular enquanto dirige.

Foto: Reprodução / Internet Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Uma das causas de acidentes de trânsito é o uso do celular. O aparelho eletrônico distrai condutores e pedestres, provocando colisões entre veículos e atropelamentos. Segundo estudo do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o uso do celular no trânsito aumenta em até 400% o risco de acidentes. Em 2018, foram registradas mais de 4 mil multas, em Teresina, relacionadas a utilização do aparelho. As infrações estão entre as dez mais cometidas pelos condutores.

O Gerente de Operação e Fiscalização da STRANS, Denis Lima, explica que hoje existem três tipos de infrações relacionadas ao celular no trânsito e chama atenção para a distração do condutor ao ler e mandar mensagens, mesmo parado no sinal vermelho.

O gerente acaba explicando, que não é permitido manusear, utilizar e segurar o telefone. Segurar e manusear são infrações gravíssimas e utilizar o celular é infração média. As pessoas também precisam entender que ler e mandar mensagem, com o carro parado ou não, é perigoso porque tira a atenção completamente do trânsito. São esses e outros motivos que distraem o condutor e acabam provocando os acidentes.

Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde apontou que um em cada cinco brasileiros admite usar o celular enquanto dirige. A publicitária Sara Barros faz parte desta estatística e afirma que levou algumas multas por dirigir utilizando o telefone celular, mas reconhece que comete uma infração gravíssima e se polícia para acabar com essa má conduta.

Fonte: Redação

Deixe seu comentário