Vice-Corregedoria já substituiu 38 responsáveis por serventias no Piauí em 2019

A Vice-CGJ vem designando outros responsáveis às serventias ocupadas por interinos em situação de nepotismo

Foto: reprodução/web Responsáveis por serventias foram substituídos no Piauí
Responsáveis por serventias foram substituídos no Piauí

Só no ano de 2019, foram substituídos, os responsáveis de 38 serventias extrajudicias no Piauí. Essa informação é da Vice-Corregedoria Geral da Justiça do Piauí que vem trabalhando para atender as metas estipuladas pelo Conselho Nacional de Justiça para o serviço extrajudicial. Uma delas é a Meta 15, que dispõe “de realizar levantamento da existência de nepotismo em nomeação de interinos”.

A Vice-CGJ vem designando outros responsáveis às serventias ocupadas por interinos em situação de nepotismo. Além desses, também estão sendo substituídos servidores do Tribunal que estavam à frente desses cartórios. “Em 2017 o CNJ elaborou metas para o serviço extrajudicial a serem alcançadas pelos Tribunais. A Vice-CGJ, objetivando a adequação às diretrizes tratadas pelo CNJ e buscando maior eficiência nos serviços das serventias extrajudiciais, vem realocando os servidores do Poder Judiciário que se encontram atuando nessas serventias, além dos interinos em situação de Nepotismo”, explica o juiz auxiliar da Vice-Corregedoria, Dr. Mário Cavalcante.

De acordo com o magistrado, a ocupação dos novos interinos passam a obedecer a lei e os atuais responsáveis deverão ser substituídos logo depois da conclusão do concurso para titulares das serventias no Piauí. “Em ambos os casos, tanto os servidores quanto os interinos em situação de nepotismo, têm sido substituídos por bacharéis interinos de acordo com as disposições legais. É preciso ressaltar que esses novos interinos serão responsáveis pela serventia até a finalização do concurso de provas e títulos de notários e registradores do Estado do Piauí que está em fase final”, destaca o magistrado.

Até o momento, foram substituídos os responsáveis por serventias nas cidades de: Agricolândia, Água Branca, Alagoinha, Antônio Almeida, Bertolínia, Bocaina, Canto do Buriti, Caracol, Dom Expedito Lopes, Domingos Mourão, Eliseu Martins, Floriano, Francinópolis, Francisco Santos, Guadalupe, Inhuma, Ipiranga, Isaías Coelho, Jerumenha, Landri Sales, Manoel Emídio, Marcolândia, Marcos Parente, Miguel Leão, Monsenhor Hipólito, Nazaré do Piauí, Nossa Senhora dos Remédios, Padre Marcos, Palmeirais, Parnaguá, Picos, Piripiri, Porto, Santa Filomena, São Gonçalo, São José do Piauí, Simões e Teresina.

Fonte: *Com informações do TJ Piauí

Deixe seu comentário