Vila das Artes abre inscrições para oficina sobre elaboração e gestão de projetos culturais em Fortaleza

Ministrada por Gyl Giffony, atividade segue com inscrições até o dia 5 de fevereiro.
22 de Janeiro de 2020 às 10:16

Foto: Divulgação/ Prefeitura de Fortaleza Vila das Artes, em Fortaleza
Vila das Artes, em Fortaleza

A Vila das Artes abre inscrições, por meio da Escola Pública de Teatro, para a oficina “Projétil – Elaboração de artefatos de produção cultural por artistas-gestores”. Com a condução de Gyl Giffony, a atividade ocorrerá de 10 a 18 de fevereiro, das 18 às 21h, na Vila das Artes.

Ao todo, são ofertadas 20 vagas destinadas a artistas da cena, produtores e comunidade em geral interessados no campo da gestão e produção cultural. As inscrições devem ser realizadas online até o dia 5 de fevereiro.

A partir de jogos e dinâmicas, exposições dialógicas, exibições de slides e projeções de vídeos, a oficina tratará de temas como trajetória artística e plano de ação, planejamento estratégico e desenho de projetos culturais.

“A oficina é realizada a partir de conteúdos e reflexões sobre trajetória artística, planos e planejamento, apresentando parâmetros de gestão de interesses e projetos de quem vive, ou pretende viver, o campo cultural. Ela convoca cada participante a refletir sobre seu percurso e construção identitária como artista-gestor, dimensionando ações e projetos de interesses no presente, apontando, por fim, aos passos por vir, projetando o que se pode e deve realizar”, explica Gyl Giffony.

A Vila das Artes abre inscrições, por meio da Escola Pública de Teatro, para a oficina “Projétil – Elaboração de artefatos de produção cultural por artistas-gestores”. Com a condução de Gyl Giffony, a atividade ocorrerá de 10 a 18 de fevereiro, das 18 às 21h, na Vila das Artes.

Ao todo, são ofertadas 20 vagas destinadas a artistas da cena, produtores e comunidade em geral interessados no campo da gestão e produção cultural. As inscrições devem ser realizadas online até o dia 5 de fevereiro.

A partir de jogos e dinâmicas, exposições dialógicas, exibições de slides e projeções de vídeos, a oficina tratará de temas como trajetória artística e plano de ação, planejamento estratégico e desenho de projetos culturais.

“A oficina é realizada a partir de conteúdos e reflexões sobre trajetória artística, planos e planejamento, apresentando parâmetros de gestão de interesses e projetos de quem vive, ou pretende viver, o campo cultural. Ela convoca cada participante a refletir sobre seu percurso e construção identitária como artista-gestor, dimensionando ações e projetos de interesses no presente, apontando, por fim, aos passos por vir, projetando o que se pode e deve realizar”, explica Gyl Giffony.

Tem experiências em produção, gestão, interlocução e curadoria para instituições como Secretaria Nacional da Juventude (Governo Federal), Centros Culturais Banco do Nordeste, Instituto de Arte e Cultura do Ceará (IACC), Mapa Produções (Teatro Riachuelo/Natal RN) e SESC. Trabalhou com o Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare (RN) e Barracão Teatro (SP), na área de gestão cultural. É autor do livro “De quem é a cena? A regulamentação do exercício amador e profissional de atores e atrizes”.

Serviço

Oficina “Projétil – Elaboração de artefatos de produção cultural por artistas-gestores”, com Gyl Giffony

Inscrições: até 05/02

Data de realização: de 10/02 a 18/02

Hora: das 18h às 21h

Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)

Gratuito

Fonte: Com informações do G1CE

Deixe seu comentário