Voluntários realizam campanha de doação de sangue durante pandemia da covid-19

Fiéis se reuniram para contribuir com o estoque sanguíneo do Hemopi em Teresina; o atendimento ambulatorial está suspenso devido ao decreto do Governo do Estado.
Por Luis Fernando Amaranes 19 de Abril de 2020 às 17:13

Foto: Arquivo Pessoal Voluntários do projeto “Vida por Vidas” da igreja Adventista do Sétimo Dia.
Voluntários do projeto “Vida por Vidas” da igreja Adventista do Sétimo Dia.

Uma campanha de doação de sangue foi realizada na tarde desse último sábado (18), com a participação de dezenas de voluntários, fiéis da Igreja Adventista do Sétimo Dia, localizada no município de Timon, no Maranhão. No total, 26 doadores se reuniram no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) para realizar o ato de solidariedade, a fim de ampliar o estoque do hemocentro.

A campanha intitulada “Vida por Vidas”, tem a intenção de aproximar a igreja da sociedade, e ao mesmo tempo, contribuir com quem precisa de doação sanguínea.

Para viabilizar essa ação do bem, de forma mais organizada, seguindo a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de evitar aglomerações, o Hemopi Teresina realiza agendamento para doação de sangue, por meio do telefone (86) 9 8894 6614, durante a pandemia da covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

Essa nova modalidade é uma alternativa para evitar a aglomeração no local e incentivar a população para que continue contribuindo com as doações, a fim de não reduzir o estoque de bolsa de sangue durante o período de calamidade pública.

Um dos voluntários, Amilton Carneiro, afirmou que essa ação do bem tem como principal objetivo incentivar as pessoas a doarem sangue em tempo de pandemia.    

“Esta ação voluntária tem como principal objetivo ajudar as pessoas que precisam de sangue nos hospitais, principalmente neste período de pandemia da covid-19. O Hemopi vem sofrendo com uma baixa de estoque em seu banco de sangue e para tentar suprir essa falta, nós, jovens adventistas realizamos a doação. Estamos seguindo o exemplo de Cristo, ele literalmente deu o seu sangue para que nós pudéssemos viver”, ressalta.

Foto: amilton carneiroO projeto doou 40 bolsas de sangue ao Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí.
O projeto doou 26 bolsas de sangue ao Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí.

Ainda de acordo com Amilton Carneiro, este ano, a campanha “Vida por Vidas" doou 26 bolsas de sangue.

“Nos sensibilizamos em fazer o bem e salvar vidas, através de um gesto simples e solidário, fico muito feliz em participar mais uma vez dessa ação. Nós descobrimos que o mínimo que podemos fazer é demonstrar solidariedade.”, destacou o voluntário. 

Projeto “Vida por Vidas”

A partir de uma iniciativa voluntária promovida pelos Jovens Adventistas, em 2005, nasceu o Projeto com a proposta de contribuir com os hemocentros através do incentivo à doação de sangue.

O Projeto atraiu a atenção da mídia, por onde ocorreram as doações, inclusive pelo fato de os bancos de sangue terem atingido seus limites de estoque. Tudo isso contribuiu para que o Projeto fosse conhecido e reconhecido, através da capacidade de mobilização. Desde então, o Projeto acontece anualmente em todo o país.

Hemopi

O Hemocentro precisa manter seu estoque para atender as demandas de urgência e emergência. A doação de sangue é um procedimento seguro que atende todas as normas de biossegurança estabelecidas pela legislação.

O atendimento ambulatorial está suspenso devido ao decreto do Governo. Atendimentos de urgência a pacientes hemofílicos e com outras doenças hematológicas está mantido, bem como a dispensação de medicamentos.

Funcionamento

Em Teresina, o Hemopi segue funcionando de segunda a sábado, entre 7h15 e 18h. Já as unidades de Parnaíba, Picos e Floriano estão abertas de segunda a sexta, entre 8h e 17h.

Deixe seu comentário